sábado, 8 de abril de 2017

Grupos de Pesquisa que merecem atenção




O Nu-Sol é uma associação de pesquisadores libertários voltados para problematizar relações de poder e inventar liberdades. Procuramos por meio de pesquisas, cursos regulares e abertos ao público, como os cursos livres, e experimentações com linguagens levar a debates com a universidade e o público os resultados de nossas pesquisas e incômodos à flor da pele.

http://www.nu-sol.org/index.php


O Núcleo de Estudos de Teoria Social e América Latina (NETSAL) é um grupo de pesquisa, cadastrado no CNPq, com sede no Instituto de Estudos Sociais e Políticos (IESP) da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ).

http://netsal.iesp.uerj.br/index.php/pt/ 


Núcleo de Pesquisa em Participação, Movimentos Sociais e Ação Coletiva (NEPAC-UNICAMP) está vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Ciência Política, do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH), da Universidade Estadual de Campinas. O NEPAC existe desde 2008, mas foi criado oficialmente em 2011, quando passou a integrar o “Diretório dos Grupos de Pesquisa no Brasil”, do CNPQ. Coordenado pela Profª Drª Luciana Tatagiba, do Dep. de Ciência Política, o Núcleo congrega alunos e pesquisadores de graduação, mestrado e doutorado atuantes na área de Ciência Política, predominantemente, Antropologia Social e Ciências Sociais. Essa interdisciplinaridade é uma marca do Núcleo e uma condição essencial para o desenvolvimento dos nossos temas de pesquisa. A complexidade dos nossos objetos de estudo requer um intenso esforço de experimentação teórico-metodológico e um intenso diálogo interdisciplinar.

http://www.nepac.ifch.unicamp.br/

Grupo de Pesquisa Associativismo, Contestação e Engajamento tem com objetivo desenvolver uma agenda de pesquisa em torno das seguintes indagações: 1) Como explicar a emergência e a sustentação dos processos de ação coletiva e de associação? 2) A partir de quais problemas e processos as práticas associativas assumem um caráter/sentido contestador? 3) Quais os efeitos ou resultados que as práticas de associação e contestação produzem e como podemos entender esses efeitos em termos de mudanças culturais, políticas, econômicas e sociais? 4) Por que indivíduos se engajam em processos associativos e em ações de contestação e quais as decorrências disso para suas vidas?

https://www.ufrgs.br/gpace/pt/

O LAPS é um laboratório de estímulo à pesquisa no âmbito do Departamento de Sociologia da Universidade de São Paulo, que congrega professores, pós-doutorandos, pós-graduandos e alunos de graduação

http://sociologia.fflch.usp.br/node/506

Nenhum comentário:

Postar um comentário